fbpx

Marketing Digital para Academias: O Guia Completo

O Brasil é o segundo maior em número de academias, perdendo somente para os Estado Unidos. É, ainda, o maior do setor na América Latina. De acordo com o último levantamento do Sebrae, este mercado movimenta mais de R$300bilhões por ano.

O cenário em números é extremamente positivo, o que faz com que cresça exponencialmente o número de pessoas interessadas em investir neste negócio. Apesar do investimento inicial ser relativamente alto, o mesmo tende a ser pago rapidamente com o aumento no número de matrículas.

Em sentido oposto, um grande número de gestores do setor de fitness e academias tem uma reclamação em comum: os alunos.

Não, os alunos não são um problema. Pelo contrário. Eles são a razão de existir de qualquer academia. Mas, então, por que tantas academias fecham em pouco tempo? Ou, por que muitas delas reclamam de períodos de baixa em algumas épocas do ano?

A resposta está na sazonalidade. As academias em geral são muito influenciadas pela época do ano. Quem nunca ouviu falar no #ProjetoVerão? O número de alunos tende a aumentar significativamente no verão ou época de férias. No entanto, este número tende a cair logo em seguida. Mas, as contas a pagar permanecem durante todo o ano, não é mesmo? Como, então, equilibrar as despesas e receitas e obter lucro durante todos os meses?

Uma pesquisa realizada com 160 pessoas mostrou o perfil dos alunos de academias em São Paulo. Dentre eles, 52% são do sexo feminino. Referente a idade, 48,1% encontram-se na faixa de idade entre 21 e 30 anos, e 25,6% possuem até 20 anos. Essa análise é de extrema importância, pois refletirá diretamente na postura adotada pela empresa e suas ações de marketing.

Há uma estimativa de que 50 a 60% dos alunos matriculados desistem nos primeiros 45 dias, e que somente cerca de 3% persistem por mais de 12 meses. Confirmando esta informação, a pesquisa de opinião realizada verificou que 63,1% dos praticantes de academia o fazem há até 1 ano, caindo drasticamente para somente 18,8% de praticantes entre 2 e 3 anos.

Para dar início à busca por uma academia, é preciso que haja um estímulo, seja ele interno ou externo. Dentre os entrevistados, 36,3% veem a melhoria na qualidade de vida e bem-estar como motivação maior. Em seguida vem a busca por emagrecimento (24,4%) e ganho de massa muscular (23,8%).

Eis a questão: até que ponto sua academia realiza ações de marketing? E as ações realizadas, são pautadas em dados e informações concretas sobre o seu público?

Quando se trata de estratégias de marketing, um tiro no escuro significa perda de tempo e dinheiro, já que, provavelmente, todo o seu investimento será em vão.

Apesar de a pesquisa acima ter sido realizada com o público da capital de São Paulo, o cenário não é muito diferente em outras regiões do Brasil. E por que você precisa saber de tudo isso? Como dissemos acima, a academia tem contas a pagar durante todo o ano, portanto os esforços na obtenção e manutenção de clientes devem seguir o mesmo padrão.

Mas, podemos te dar uma boa notícia: o Marketing Digital pode te ajudar – e muito, nessa difícil tarefa. Quer saber como? Continue lendo o artigo.

#5 dicas fundamentais de Marketing Digital para academias


#1: Vença a sazonalidade

#1: Vença a sazonalidade

A primeira estratégia é manter-se ativo durante todo o ano. Esteja presente nas redes sociais, blog, site, e-mail marketing, e afins. Os seus antigos, atuais e futuros alunos precisam saber que a academia não abre só no verão.

Para que as estratégias sejam realmente efetivas, devemos levar em consideração o fator comportamental dos alunos. Se a maioria deles são jovens entre 20 e 30 anos, a linguagem adotada deve estar adequada e acessível a este público. Sabe-se que a quase totalidade dos jovens possui contas nas principais redes sociais, como Instagram e Facebook, logo, este canal de comunicação deve ser explorado.

E que tal oferecer um desconto a mais nos meses de baixa? Ou incluir uma nova modalidade de aula que permita esquentar os dias mais frios? Seja qual for a sua estratégia, comunique-se. Explore alternativas e lembre-se sempre de analisar os resultados, assim, poderá encontrar as ações de marketing ideais ao seu público.

#2: Invista em um blog

Já dizia o provérbio, é preciso ser visto para ser lembrado. Uma das melhores formas de ser encontrado por clientes em potencial é por meio de um blog. Através dele é possível, ainda, estreitar o relacionamento não somente com os alunos, mas com todo o público interessado em saúde, treino, alimentação e qualidade de vida.

Para isso, o ideal é alimentá-lo regularmente com conteúdo relevante e de qualidade. Vale também diversificar o assunto, incluindo dicas, pesquisas recentes sobre o tema, opinião de especialistas e claro, novidades sobre a sua academia.

Outro ponto positivo do blog é que ele rompe das barreiras físicas, criando um vínculo com pessoas que não estão necessariamente próximas ao seu estabelecimento, mas que podem se tornar grandes admiradores e seguidores da sua empresa.

Pode-se também utilizar o blog como ferramenta de captação de leads, por meio do preenchimento de formulários. Em troca de um e-book informativo, um guia de saúde, promoções exclusivas, ou afins, o usuário deixa informações preciosas, uma delas é o e-mail. Não hesite em utilizar essa ferramenta para conquistar novos alunos, e (por que não?) reconquistar os antigos.

#3: Aposte no Marketing de Conteúdo

E já que estamos falando de blog, nada melhor do que falar de conteúdo. O marketing de conteúdo muda todo o velho conceito do marketing tradicional. Nele, ao invés de correr atrás dos clientes para fazer-lhes uma oferta, nós o atraímos por meio de conteúdo relevante.

Crie artigos úteis, de interesse do seu público-alvo. Coloque-se no lugar dele e busque responder suas principais dúvidas. O que um possível aluno da sua academia buscaria na internet?

“Como ganhar massa muscular?”

“Como aumentar a definição muscular?”

“É possível perder massa gorda e ganhar massa magra, ao mesmo tempo?”

“Musculação emagrece?”

Estes são apenas alguns exemplos das possíveis buscas que o leitor pode fazer, e garantir que eles encontrem resposta no seu blog, canal ou rede social, irá favorecer a criação ou estreitamento de um vínculo positivo entre ele e a sua empresa.

Mas, é quase impossível, hoje, falar de marketing de conteúdo sem falar no marketing digital. Afinal, os dois conceitos andam quase juntos e se complementam de maneira fundamental. Além de oferecer um conteúdo relevante e de qualidade, invista em mecanismos de otimização (SEO).

Entre as principais práticas de SEO, podemos citar a busca pelas melhores palavras-chave, bem como o uso e distribuição adequados da mesma durante o artigo, linkbuilding, landing pages, títulos e subtítulos devidamente formatados (h1, h2, h3…), entre outras estratégias. Em breve faremos um artigo desmistificando esses e outros tópicos, então não deixe de acompanhar as novidades do blog.

#4: Cadastre sua academia no Google Meu Negócio

Talvez este seja uma das táticas mais simples listadas neste artigo, mas, acredite: faz toda a diferença. Ao cadastrar a sua academia na base do Google, os clientes podem encontrar o seu negócio com maior facilidade, buscando por região ou diretamente pelo nome.

Com essa ferramenta você pode também informar os clientes seus horários de funcionamento, telefones de contato, fotos, bem como ativar o redirecionamento para o seu site. Também por este motivo, é imprescindível manter todos os dados atualizados.

Não podemos deixar de citar outra grande funcionalidade que o Google oferece. São as métricas de desempenho. Por meio desta ferramenta é possível conferir quantas pessoas acessaram o seu site por meio do link, ou as que iniciaram uma ligação pelos telefones informados.

O melhor de tudo? É gratuito.

#5: Invista no Referral Marketing – o marketing de indicações

Muitas vezes este tipo de estratégia acaba sendo menosprezado pelos profissionais de marketing, o que é um grande erro. Uma das formas mais efetivas de marketing é, certamente, o boca a boca. O fato de ter um produto ou serviço indicado por alguém de confiança aumenta significativamente as chances de compra.

Estratégias como “indique um amigo e ganhe 50% de desconto na próxima mensalidade”, “casal que treina junto ganha 10% de desconto”, “indique 3 amigos e não pague a próxima mensalidade”, são exemplos de como ganhar mais clientes através dos seus atuais clientes.

Com isso, sua academia diminui significativamente o CAC (Custo de Aquisição de Clientes) e ainda aumenta os resultados com vendas.

Lembre-se que não somente descontos podem ser ofertados, mas também brindes como coqueteleiras, camisetas, mochilas, ou até mesmo um período de aula adicional da qual o aluno tenha interesse.

Afinal, como o marketing digital pode ajudar às academias?

Apesar de parecer que o marketing digital é um amontoado de regras chatas e complicadas, a realidade é (ou deveria ser) bem diferente. Academias podem e devem, sim, fazer o uso dessas estratégias para promover e ampliar os seus negócios, no mundo real e no digital.

Conhecer bem o seu público deve ser a base para qualquer estratégia, pois, somente assim, as ações serão assertivas e proporcionarão o resultado esperado. Assim, decisões importantes deixarão de ser pautadas em achismos (tentativa e erro) e passarão a ser baseadas em planejamento e informação.

É preciso que as academias deixem a postura passiva de vendas (esperar o cliente ir até o estabelecimento para dar início a abordagem de vendas), para adotar uma postura ativa, capaz de não somente atrair novos alunos, como manter e engajar os atuais, criando uma relação duradoura e próspera.

Queremos que o marketing digital seja cada vez mais simples e accessível, pois temos a certeza que uma comunicação feita de pessoas para pessoas é muito mais efetiva do que uma estratégia voltada somente à métricas e números.